Nova ZelândiaOceaniaViagem

Milford Track dia 4

19/12/2016 — by Mariana Isnard Carneiro1

main

Nova ZelândiaOceaniaViagem

Milford Track dia 4

19/12/2016 — by Mariana Isnard Carneiro1

O último dia da caminhada chegou. Acordamos cedo, tomamos café da manhã, arrumamos nossas coisas e partimos em um trecho de 18 km, o maior de todos, mas também o mais plano. Quando fizemos a reserva do barco e do ônibus (para nos levar de volta à Te Anau) no momento da inscrição, escolhemos pelo último horário de ambos, pois não sabíamos ainda como seria nosso desempenho e o tempo que percorreríamos esse último trecho. Entretanto, o guarda florestal da cabana Dumpling, havia dito na noite anterior que os barcos sairiam conforme as pessoas fossem chegando, já que era um barco pequeno, que comportava apenas umas 15 pessoas.

O tempo estava ameaçando chover, mas se manteve firme. Começamos a caminhada por dentro da floresta e rapidamente fomos conquistando os quilômetros. Nesse trecho, o que se destacou foram alguns rios e cachoeiras. Em uma delas, inclusive, algumas pessoas encararam as águas geladas e saltaram no rio. Foi legal de ver, mas confesso que estava muito bem do lado de fora, quentinha e protegida.

Durante o trajeto fizemos algumas paradas para comer um sanduiche ou um chocolate. Aproveitamos também para dividir um energético que havíamos levado e nos esquecido dele nos outros dias. Nossa, no restante da caminhada não sentimos o tempo passar e nem o desgaste físico. Devia ter tomado ele no segundo dia da trilha. Além disso, a empolgação de estarmos completando aquele desafio nos motivou a seguir em frente.

  

Chegamos no final da trilha bem antes do horário que havíamos agendados, mas logo pegamos o barco e, em seguida, conseguimos adiantar também o ônibus de volta à Te Anau. Quando chegamos fomos direto para o nosso hostel, pois havíamos feito uma meia reserva e queríamos conferir se ela estava valendo ainda.

Após pegarmos as nossas malas que estavam guardadas lá e acomodarmos as coisas em nosso quarto (coletivo), seguimos para um pub que ficava bem petinho, pois havíamos combinado de nos encontrar com Glen, Aimee, Ally Jeremy e Jeff, as pessoas que conhecemos durante a Milford track. Ficamos algumas horas batendo papo, conversando sobre algumas situações da caminhada e até conseguimos uma carona para o dia seguinte para Queenstown, nosso destino seguinte.

Voltamos para o hostel exaustos, tomamos um banho quente mais que merecido e desmaiamos na cama, com o coração cheio com tudo o que vivemos nesses quatro dias. A Milford Track se mostrou para nós com uma beleza sem igual, mas também testou a minha capacidade física e mental, me fazendo chegar próxima ao meu limite. Mas agora que conheci ele de perto, sei melhor identifica-lo. Que venham os próximos desafios!


Confira os outros dias da trilha

Milford Track: uma das caminhadas mais bonitas do mundo
Milford track dia 1
Milford track dia 2
Milford track dia 3 

Confira alguns produtos da nossa volta pelo mundo aqui.

você pode gostar de

Plitvice Lakes o paraíso das águas na Croácia
Caminhada na Grande Muralha da China

One comment

  • Rubens

    21/12/2016 at 10:36

    Gostei muito do depoimento, deu vontade de fazer a trilha também.

    Reply

De sua Pitada...

%d blogueiros gostam disto: