AsiaJapãoViagem

Partida para o Japão

23/12/2015 — by Mariana Isnard Carneiro7

main

AsiaJapãoViagem

Partida para o Japão

23/12/2015 — by Mariana Isnard Carneiro7

Mochila pronta, passaporte em mãos, passagens e vouchers impressos, enfim, tudo pronto para embarcarmos rumo ao Japão. Ao chegarmos no aeroporto, rapidamente encontramos nossa companhia aérea, Ethiopian Airlines e, após alguns minutos na fila, chegou nossa vez de fazer o tão esperado check-in. Entretanto, a viagem não seria a mesma sem uma pitada de emoção!

Assim que entregamos o passaporte, o rapaz nos pediu as passagens de saída do Japão. Já esperávamos essa solicitação, uma vez que, para solicitarmos o visto, também foi necessário. Entregamos o documento que tínhamos das passagens da Air Asia para a Tailândia, o mesmo entregue ao consulado no momento da solicitação do visto.

Para nossa surpresa, o atendente disse que aquele papel não servia, pois era apenas uma reserva e que ele precisava do número do ticket, caso contrário, não poderíamos embarcar, pois o Japão exige as passagens e, mesmo eles tendo aceitado esse documento para a emissão do visto, para a entrada no país precisava do número do ticket.

Começou então nossa corrida contra o tempo. Tínhamos cerca de 1 hora e meia para conseguir o impossível, pois a Air Asia não emite o número do ticket, apenas o número do voucher, que havíamos apresentado. Tentamos entrar em contato com a companhia aérea, entrar no site, buscar por algum e-mail recebido e até fazer check-in antecipado, o que conseguimos, mas mesmo assim o número do ticket não foi emitido. E tudo isso na pressa, com o tempo passando e a bateria do celular acabando. Faltando apenas 20 minutos para o fim do check-in, o que nos restava era comprar uma passagem de volta para o Brasil pela Ethiopian Airlines, que emitiria o tão cobiçado número do ticket. Depois, pediríamos o reembolso e sairíamos com o prejuízo de 200 dólares.

Tentamos explicar pela décima vez que a Air Asia não fornece o número, mas que a passagem estava paga, confirmada e que, inclusive, já havíamos feito check-in. Dessa vez, o gerente acreditou na gente e, inconformado com a Air Asia, liberou nosso embarque, a 1 minuto do término.

Enfim o sufoco acabou, nos despedimos de meus pais e embarcamos para, enfim, iniciarmos essa jornada. Ao chegarmos no Japão, estávamos um pouco receosos, com medo deles exigirem o tal do número do ticket e nos impedirem de entrar no país. Para nossa tranquilidade, nem pediram para ver as passagens. E foi assim, com emoção, que iniciamos nossa viagem de volta ao mundo!


Mais informações sobre o Japão

6 curiosidades sobre o Japão
Parques em Tóquio
Katsunuma, a cidade dos vinhos japoneses


Ajude o Uma Pitada de Mundo!

Fechando com algum de nossos parceiros, você obterá os melhores descontos e nos ajudará a manter o blog sem nenhum adicional à sua compra.

Pesquise seu Hotel por aqui, você não pagará nada a mais por isso e ajudará o Pitada:

Booking.com

Compare os melhores preços de seguro viagem!

7 comments

  • Julio Dória Isnard

    23/12/2015 at 13:29

    Alê, ainda bem que você é fera no online e mandou super bem. Com emoção tem mais histórias para contar depois. Mas não exagerem, rsrsrs Boa viagem! Beijos ao casal.

    Reply

    • Ale & Mari

      24/12/2015 at 12:49

      Julio, espero que esta tenha sido a emoção mais forte da viagem! kkkk Abraços.

      Reply

  • Ana Julia

    23/12/2015 at 15:52

    Que perrengue… Mas daqui pra frente vamos torcer pra sempre dar tudo certo de primeira! Aproveitem! Boa viagem queridos!

    Reply

  • Bruno Azevedo

    23/12/2015 at 21:40

    Nooooossa que emoção de começo ein! Que bom que deu tudo certo! Com certeza esses momentos acontecem pra depois ficar para as histórias haha
    Bjão ao casal e ótima viagem!

    Reply

  • Alex Sprindys

    24/12/2015 at 17:49

    Ola Ale & Mari ! Corajosos hem? Com certeza muitas novidades aparecerão dai para frente,mas com certeza bem mais leves….Muito boa a receita do CEVICHE,principalmente começando com Robalo.Pelos temperos utilizados podemos dizer que é uma receita personalizada,pois os ingredientes utilizados em ceviches Peruanos,Bolivianos etc…temos
    menos ingredientes. Certo? ou Não? Aproveito para desejar para vcs um FELIZ NATAL Alex

    Reply

De sua Pitada...

%d blogueiros gostam disto: